segunda-feira, 22 de outubro de 2007

Advergame no Vinil

Imagine você comprando o vinil da sua banda preferida. Ansioso para escutar o disco, põe logo no toca-discos e começa a curtir o som. Quando você vira para o lado B, escuta um barulho estranho, um chiado e uns apitos... será que é defeito??

Não! É um programa de Spectrum!! ^.^

Em 1984, no princípio dos computadores caseiros, a banda inglesa Thompson Twins fez parte de um grupo de pioneiros (ou doidos) que fizeram games para divulgar seu trabalho. A grande graça disso é que o jogo estava dentro do disco de vinil, junto com as músicas!

Quem conhece os computadores antigos sabe que todos seus programas, incluindo os joguinhos, vinham em fitas K7. Quem comprasse o vinil e escutasse os “sons estranhos”, que na verdade eram o código do jogo, deveria passá-los para fita de forma que o computador pudesse rodá-lo.

O jogo acompanhava a moda da época: mais um adventure. Escrevi bastante sobre esse estilo nessa outra análise de advergame: http://advertilt.blogspot.com/2007/07/novo-advergame-americano-para-quem.html

Alguns Blogs estão chamando isso de “o primeiro advergame”. Mas não podemos nos esquecer da gigantesca onda de jogos ruins que saíram para o Atari 2600 nos Estados Unidos, entre 1981 e 1983, onde muitos deles eram advergames, como o Pepsi Invaders!

2 comentários:

Thiago Pronunciato disse...

E só agora vemos reportagens e pesquisas falando sobre os games como forma de ganhar dinheiro, demoraram pra ver como isso pode ser uma grande força pras marcas.

[]s

Clóvis disse...

No final do meu ginasio, isso entre 1977 e 1980 eu tinha uns amigos da classe cujo irmãos mais velhos gostavam muito de sons eletronicos, psicodelicos,(Rick Wakeman, Emerson, Lake & Palmer) e eles tinham um disco de um tal de Tomita, o nome era o triangulo das bermudas, disco cheio de efeitos sonoros, e tava escrito segundo eles que em um trecho da musica(sons, ruidos) era um programa de computador, não sei que programa era esse, nem para qual computador, ja procurei esse disco e nunca mas o vi... snif...